Buscar
  • Rildo Moraes

RUIM COM ELE, PIOR SEM ELE...SERÁ? Rildo Moraes

Uma amiga me contou as dores e dissabores que vive por estar separada do seu ex-namorado – sujeito de atitudes ambíguas: ora amoroso ora violento. Ela começou falando mal dele e depois do arrependimento de ter se separado, “só porque ele deu uns gritos e empurrões mais violentos”!

Oras, o que realmente ocorre dentro da pessoa que se sujeita a dores e repete uma antiga e machista lição: “ruim com ele e pior sem ele”? Cada caso é um caso – é verdade. Porém um fator parece ser muito relevante nesta situação: baixa auto-estima associada a uma super-valorização do outro. Sair dessa situação não é tarefa fácil, às vezes necessita-se de auxilio de um profissional competente, às vezes, necessita apenas de profundas reflexões.

Comumente a baixa auto-estima está associada a uma visão equivocada de seus merecimentos, algo do tipo “não vou conseguir nada melhor do que ele”. Muitos fatores influenciam essa visão, mas seja qual for, pode e deve ser modificada. Comece relembrando as vitórias que já teve na vida, os problemas que superou e a capacidade que tem de superar mais um. Lembre-se: você é mais do que pensa! Ao entender isso perceberá que merece muito mais também!

Nunca se julgue inferior a alguém e tampouco dependa dos comentários de pessoas negativas para saber seu valor! A grandiosidade humana está em nossas atitudes nobres e nem todos conseguem enxergar isso, portanto, não se alimente de comentários negativos a seu respeito – quem não te conhece de verdade nunca saberá seu valor.

A super-valorização é o incrível fenômeno psicológico onde olhamos para o outro e ampliamos suas virtudes (e até inventamos) e esquecemos totalmente de seus defeitos. É como no velório... já percebeu que todo defunto é santo? Ao se romper uma relação nociva ainda assim podemos ver no outro uma série de “vantagens” para continuar junto. Muitas dessas “vantagens” só existem em uma mente enfraquecida e carente.

Ser realista é o ideal – mas não é tarefa fácil. Entenda, você vê o mundo como você quer que ele seja. Questione-se mais, relembre as dores e os problemas e pare de se achar culpada e minimizar o lado dele!

Reflexões sérias e profundas são os primeiros passos para aprender a caminhar em outros caminhos e com outras companhias

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

APRENDI - William Shakespeare

Aprendí....Que Deus não fez tudo em um dia. O que me faz achar que eu posso? Aprendí....Que ignorar os fatos não muda a importância deles. Aprendí....Que quando se quer ficar "quites" com alguém, apen

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now